• White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Instagram Icon

© 2017 by #FalaPiloto.

Proudly created with Wix.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Rally dos Sertões-Com o Yamaha Raptor 700, Marcelo Medeiros por pouco garante o tri nos Quadriciclos

25ª edição da competição terminou neste sábado (26) com a chegada dos pilotos a Bonito (MS) após sete etapas

Foto: Ricardo Leizer/Fotop

 

Bonito (MS) – Chegou ao fim neste sábado (26) a 25ª edição do Rally dos Sertões, uma das maiores provas off-road do mundo. Foram percorridos 3.300 quilômetros no total e 1.999,52 quilômetros (60,59 %) de trechos cronometrados, com grandes disputas e incríveis visuais entre os estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Na categoria quadriciclos, a disputa foi emocionante, Marcelo Medeiros (#102) da Equipe Taguatur Racing/CEMAR ficou com a terceira posição na sétima e última etapa ao completar o percurso do dia de 420,78 quilômetros e especial de 240,45 quilômetros em 3h06m19s67.

 

Mas um radiador furado na quarta etapa tirou a chance do terceiro título da competição do piloto maranhense. O campeão de 2012, 2015 e vice em 2013, nas etapas de sua sexta participação do evento marcou quatro vitórias (prólogo, segunda, terceira e sexta etapas), um sexto (primeira etapa) e dois terceiros (quinta e sétima etapas). 

 

A etapa deste sábado passou às margens da reserva indígena Kadiwéu e do Parque Nacional da Serra da Bodoquena e contou com visual inesquecível, que exigiu muito das máquinas e dos pilotos. Começou bem rápida e seguiu por fazendas com trechos bem sinuosos. Depois, por trechos de trial com muitas pedras. Nos últimos quilômetros, a prova voltou a ficar rápida até a chegada.

 

Marcelo Medeiros (28 anos) completou na sexta colocação na classificação acumula entre os quadriciclos e comentou sobre as dificuldades que enfrentou neste ano. “Essa edição foi muito boa para mim e para a minha equipe. Infelizmente, nós tivemos um problema mecânico em um dos dias que tirou a chance de brigar pelo terceiro título do Sertões.  Nós ganhamos três especiais e, isso, mostrou que estamos competitivos. Vamos se preparar para o próximo ano e voltar confiante novamente”, avalia o maranhense de São Luís.

 

O piloto Marcelo Medeiros aprovou o percurso e elogiou a prova, mas agora, o foco total é na próxima edição do Rally Dakar, maior rali do mundo que completará sua 40ª edição, que prevê roteiro entre os países da América do Sul: Peru, Bolívia e Argentina. A largada será dia 6 de janeiro de 2018, em Lima, no Peru, país que a caravana não visitava desde 2013. Rumo ao sul, a prova atravessará a Bolívia e a chegada será dia 20, em Córdoba, na Argentina.

 

“Foi um bom teste para a equipe e para o quadriciclo. Vamos fazer os ajustes necessários e mais treinos para representarmos bem o país e o Estado do Maranhão na maior prova off-road do planeta”, afirmou o piloto que esteve no Dakar em 2016 e 2017.

 

O paranaense Diogo Zonato faturou o seu primeiro título e dos nove quadriciclos, que iniciaram o rali, sete "sobreviveram" à chegada em Bonito, e entre eles o companheiro de equipe de Marcelo Medeiros na Taguatur Racing, Michael Dias.

 

Após percorrer mais de 3.300 quilômetros de disputas e passar pelas cidades de Goiânia, Goianésia, Santa Terezinha de Goiás, Aruanã, em Goiás; Barra do Garças, no Mato Grosso; Aquidauana e Bonito, no Mato Grosso do Sul, a caravana do Rally dos Sertões teve chegada na Praça da Liberdade, na Rua Coronel Pilad Rebuá, a partir das 12 horas. A festa de premiação dos campeões do Sertões acontecerá a partir das 21 horas, no mesmo local.

 

Marcelo Medeiros conta com patrocínio da CEMAR, através da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, no Rally dos Sertões. O apoio é da Taguatur Fiat, Agência Oito e Mardisa Mercedes.

 

Resultados da 7ª etapa – Quadriciclos (extra-oficiais):

1° - #103 Diogo Zonato, Zona Racing, 2h55m04s71

2° - #106 George Ximenes, Girao Team, 3h00m42s50

3º - #102 Marcelo Medeiros, Taguatur Racing, 3h06m19s67

4º - #107 Milton Martens, Martens Racing, 3h36m17s58

5° - #105 Pedro Costa, Quatrilha do Cerrado Rally Team, 3h38m24s89

6° - #101 Geison Belmont, Meikon Rally Team, 3h59m28s36

 

Classificação acumulada (após sete etapas) – Quadriciclos (extra-oficiais):

1° - #103 Diogo Zonato, 27h34m53s95

2° - #106 George Ximenes, 27h40m31s36

3° - #107 Milton Martens, 30h33m46s79

4° - #105 Pedro Costa, 33h58m05s70

5° - #101 Geison Belmont, 39h48m38s42

6° - #102 Marcelo Medeiros, 54h45m09s46

7° - #104 Michael Dias, 89h45m27s83

 

Mais informações da equipe:

Facebook e Instagram: Piloto Marcelo Medeiros

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

@FALAPILOTO
TAGS
Please reload

ARQUIVO
Please reload